quinta-feira, 3 de julho de 2008

Mail do Vitor.

Este é o email que o Vitor me enviou e como, me deu autorização para o publicar aqui está ele:

"Boa tarde,
Antes de mais queria dar-te os parabéns pelo blog, está muito bem feito e com posts muito interessantes, faz parte da minha lista de sites a visitar diariamente. E já agora parabéns pelo resultado nas 24h de Lisboa.
Peço desculpa pela afinidade, mas revejo-me em muitas das situações de que falas no blog."

> Obrigado pelas visitas, os posts são realmente sobre as coisas que me afectam positiva ou negativamente.

"A principal razão para te enviar este email passa principalmente por te pedir uns conselhos no que diz respeito ao treino, uma vez que levas isto mais a sério do que eu."

> Conselhos meus?!! Sou um curioso, fiz pela primeira vez mais de 100km na maratona de Idanha, mas tenho todo gosto de dizer o que penso e depois quem discordar, ou quiser acrescentar mais alguma coisa, esteja à vontade!

"Eu, como tu, também tenho um pequeno "mecânico" que me rouba muito tempo, por isso os meus treinos passam por umas pedaladas à pressa durante a semana, 1 dia no máximo e um passeio um pouco mais longo ao fim-de-semana, isto por volta das 7:30 8:00h antes que ele acorde."
> Tal e qual o meu caso, se não sair antes da família acordar, depois também já não consigo...

"Isto faz com que não esteja numa forma muito apurada, a seguir às voltas de fim-de-semana fico muito cansado e com sono, e no ultimo fui a um passeio organizado de cerca de 2:30 com um desnível acentuado e fiquei a morrer. "

> Dependendo da volta também fico cansado e com sono creio que é comum.
Normalmente não puxo por mim para ficar a "morrer", tenho um "automático" que me faz controlar o "sistema" e mesmo que os meus colegas de volta andem mais, eu mantenho o meu próprio ritmo, pois não me sinto "picado" para ir a abrir atrás deles(talvez por não ser capaz...). Creio que esse tipo de pensamento ajudou-me nas 24 horas, pensei em fazer as vol tas de 12 kms em 1 hora e na maior parte das voltas não fugi muito disso, o pessoal das equipas passava por mim a abrir...

"Quando tento forçar mais um pouco, fico com algumas dores de esforço nos joelhos tenho receio de me lesionar. "
> Isso já pode ser o modo como os cleats dos sapatos estão montados, eu andei quase um mês (nabo) para conseguir acertar com os meus sapatos novos...
Quando arranco por vezes pode doer aqui ou aí aí, tento aliviar a pedalada, penso noutra coisa qualquer e depois já aqueci e nunca mais me lembro dessa dor.

"Para resumir, como achas que devo abordar as minhas voltas de BTT:
Andar mais tempo?
Mais curto mas mais intenso e mais vezes? "

>O meu conselho aqui é ler o que se diz em muitos sites e blogs, alguns deles estão nos links aqui ao lado. Eu próprio tenho andado a pensar nisto dos treinos.
Pelo que tenho lido ultimamente, deveria fazer um treino de mais duração, gostava que o meu fosse de 3 ou 4 horas entre 60 a 70% de fcm, isto é para criar base e pelos vistos é mais importante do que parece.
Uma vez por semana um treino intervalado, intercalado, tem muitos nomes, isto consiste em fazer num treino (mais curto 1 a 2 horas) algumas séries (até 10?) de sprints de 15 a 60" (varia, pode ser mais) até chegar aos 90% da fcm depois recuperar fazendo com que os batimentos baixem até 60 ou 65% da fcm e depois até aos 90% outra vez. Isto depois de um aquecimento de 20 minutos, este tipo de treino só se deve fazer uma ou duas vezes por semana e com um espaço no mínimo de 24 horas entre eles, isto é para os prós também.

Deveria-se também, fazer um treino com mudanças mais pesadas ou fazer umas subidas.
Como se jogam com estas coisas todas é que está o segredo do sucesso, mas isso ainda não descobri nem tenho a dedicação para isso. Mas como disse à que investigar...

"Qual a cadência da pedalada?"
> Isto também varia de acordo com as opiniões, em principio para BTT creio que se situa entre as 60 e 70 ppm, para o ciclismo a cadência ideal é entre as 90 e 95 pedaladas. Mas também se fala muito da cadência do Lance Amstrong, mudanças leves e cadências muito altas.

"Quanto à alimentação, alguma dica?"
> Gel e barras durante o esforço e no fim, as proteínas no fim para recuperar. As proteínas no fim são de extrema importância, pelo menos para mim, desde que tenho tomado as barras e os batidos tenho recuperado melhor.


É com os meus 31 anos e os meus 5kg a mais, queria começar a levar este gosto pelo BTT mais a
sério, e que as pernas não me deixassem ficar mal.

> Como eu disse num post anterior, desde que tenho rolo para treinar em casa tenho tentado andar qualquer 4 a 5 dias por semana. Creio que faz toda a diferença!

"Cumprimentos e boas pedaladas,
Vitor Lopes"

>No Forumbtt.net fala sobre estas coisas todas é só procurar pelas palavras chave.
Mas espero ter dito alguma coisa de jeito... Se não, contraponham.

Boas Pedaladas.

2 comentários:

Vitor disse...

Obrigado pelas opiniões, resumindo, há que pedalar ;)

A única coisa que me preocupa neste momento é a dor no joelho, apesar de não ser impeditiva está a ficar desconfortável, isto para não falar na falta de tempo.

Já agora encontrei este site http://www.mtb-marathon.co.uk que me parece interessante, principalmente a parte dos treinos.

Boas pedaladas,
Vitor

As minhas pedaladas disse...

Isso do Joelho talvez seja melhor não forçar e ir ao médico.
Esse site é de facto bastante bom, já o conhecia e tinha falado nele aqui.
Boas pedaladas
João