terça-feira, 31 de março de 2009

Sapatos

Há dois meses atrás, estreei os sapatos Northwave Raptor. Depois de alguns anos de serviço, os meus sapatos da Nike, exigiram uma reforma! Estavam cansados e pediram para voltar para a caixa!
Foram substituídos pelos Spiuk, tinha lido algumas criticas favoráveis e por isso comprei-os. Não me têm dado problemas, vieram com duas solas diferentes uma de verão perfurada e outra de inverno, na verdade não noto muita diferença nelas. Traziam também com dois pitons de metal, que nunca utilizei, pois se já sem eles escorrego... Aliás, esta foi a razão principal para a transição para os Northwave que têm o rasto em borracha, digo o rasto porque é a única coisa em borracha que têm, pois a sola propriamente dita é reforçada com carbono para dar mais rigidez.
Andei a testar a posição dos cleats, li algumas coisas na net e decidi monta-los um pouco mais para a frente, depois li mais umas coisas depois do Pedro Alves ter feito referencia a uns sapatos todos especiais que têm o cleat mais atrás e creio que este método poderá ser o correcto, uma vez que utiliza os maiores e mais poderosos músculos que temos nas pernas, tenho vindo a adiar mas tenho que montar os cleats para uma posição um pouco mais atrás, tal como estão os outros dois sapatos. Mas aqui estão os meus sapatos Northwave Raptor, branquinhos para dar com a suspensão e ter que andar sempre a passar um pano molhado para os limpar!
As entradas de ar funcionam mesmo! O que me tem valido são as capas em neoprene quando faz mais fresco. Mas na Maratona do Centro nunca senti os pés quentes nem suados. Tinha prometido a mim mesmo que os próximos sapatos que comprasse não teriam fivela pois se passar por lama ou ervas, o aperto dos Spiuk e provavelmente outros modelos com o mesmo sistema prendiam e tinha que limpar tudo para só depois conseguir desaperta-los, um pouco stressante quando temos mais pressa! Isso não acontece com os Raptor,pois o têm uma construção diferente, botão vermelho para desapertar e amarelo para desapertar "um click" se estiver demasiado apertado.
Uma escala para facilitar o posicionamento dos cleats, tanto horizontais como verticais. A sola em borracha de inicio desiludiu-me, parecia que escorregava tanto como a sola de plástico dos Spiuk, mas depois de ter passado por algumas subidas enlameadas das 6 Horas Resistência da Airbike o produto para dar brilho há borracha desapareceu e agora já não escorregam, e já os testei nas pedras da Serra D'Aire e Candeeiros!
Um pormenor bastante interessante é que para além da fivela podemos também ajustar melhor o comprimento da fita de plástico com o velcro, o que poderá ser bastante útil para quem como eu tem um pé mais alto, nos Spiuk apenas consigo dar dois clicks.
Mais um pormenor importante que até fazem referencia no site é a "concha" do calcanhar que evita que o pé saia do pé quando temos que andar a pé, essa solução funciona mesmo.
Fiz bastantes referências ao facto da andar a pé não é? - Bem, se estiveram em provas como a Maratona de Alvaiázere este ano ou andaram com nevoeiro e chuva na Serra dos Candeeiros vão compreender a necessidade de ter uns sapatos que para além de serem leves e eficazes a pedalar, nos ajudem também quando temos mesmo que andar a pé, pois quando isso acontece, geralmente é a subir, está a chover e ainda temos que carregar com a bicicleta ás costas!
Não se esqueçam que os sapatos e vestuário não convém comprar na net! Por exemplo os Spiuk são 43 e os Northwave são 42 !

2 comentários:

TC Projeto Triathlon (Tuco) disse...

Ótimo post!! Parabéns pelas explicações, sempre aprendemos com a experiência dos outros. Bem claro e específico. Um abração e boas pedaladas....
Tuco

Pedro Alves disse...

Olá,

Isso dos cleats dos sapatos... é uma ciência um bocado oculta.
Julgo que cá em PT não há lojas que tenham um equipamento da Look que faz milimétricamente esses ajustes.
Ao trazeres para traz a cleat naturalmente pedalas com menos cadência. Presta atenção a algum incomodo que possas ter no tendão de Aquiles, especialmente nessas aventuras de muitas horas a pedalar. +E verdade que pões mais força nos pedais, mas também é verdade que os abdutores são os musculos mais consumidores de energia.... não há bela sem senão

Boas pedaladas,