segunda-feira, 13 de abril de 2009

Domingo de Páscoa nos trilhos

Na sexta-feira estava a chover, mas hoje não!
De manhã enfiei a bicicleta no carro, queria chegar cedo a casa e por isso contribui para poluir mais um pouco o planeta ao ir para o Juncal de carro... Mas hoje era Domingo de Páscoa e tinha que ir comer a casa dos meus pais (a verdadeira razão:Paris-Roubaix no Eurosport...).
Foram 6 os caramelos que faltaram à missa para pedalar.9:10 partimos em direcção aos trilhos, as nuvens estavam lá mas não choveu.
Desta vez aventurei-me a tirar ar aos pneus, qualquer coisa como 25 psi, que grande diferença, que conforto!!! Fiquei a matutar ainda mais com a Gary Fisher Paragon (que eu saiba, já rolam duas em Portugal). Com as pressões que os pneus tubeless permitem e a utilização das rodas com 29 polegadas talvez a suspensão total não seja assim tão necessaria, seja possivel considerar a utilização de uma forqueta destas:Mais tarde, quem sabe num projecto de single speed ou 1x9 com ums pneus 2.3!!!

Desta vez levei a máquina agarrada ao tubo do selim para fazer uns videos.

Fica aqui a lista dos promenores, aos 30 segundos desactivo o Propedal do amortecedor, depois aos 38 segundos a primeira de duas tentativas para desbloquear a suspensão, à 3ª lá consegui! Aos 53 segundos uma derrapagem, quase que caia, deu um gozo do caraças!!!
Podem ver mais um outro vídeo aqui. Nos videos do Youtube, cliquem no HQ, fica com mais qualidade!

Gary Fisher Hi-Fi Pro 29 e Fox F29 RLC from As Minhas Pedaladas on Vimeo.

Dá para ver a Fox F29 RLC a trabalhar! Houve alturas que deve ter feito os 100mm de curso. Os vídeos são um teaser para 20 de Setembro, a data para o Raid do Clube BTT do Juncal.No regresso, ainda nos cruzamos com o pessoal da Maiorga e claro que estivemos à conversa, apesar de curta, todos tinhamos que chegar cedo a casa. (Fotografia de Pedro Belo)
Gosto mesmo da minha Gary Fisher, cada vez mais me sinto à vontade em cima dela, transmite-me confiança e acabo por me atirar mais .
Já me estou a habituar mais ás pedalaleiras standard (44,32,22) em relação à diferença de desmultiplicação entre as 29" e 26", ainda assim, gostava de experimentar uma 42! Uma boa surpresa foram os calções da Gary Fisher, boa licra e apesar de parecer fina, a almofada cumpriu bem a sua tarefa! Hoje não levei o Camelbak apesar de estar habituado a andar com ele, também é bom andar sem aquele peso ás costas.
O Bruno a mudar a câmara de ar, com o Dário e o Quim a dar uma mão.
Volta curta, 33 kms de trilhos espectaculares, que dão um gozo enorme fazer tanto a subir como a descer!

4 comentários:

Marco Belo disse...

Pois é... a bigfoot não deixa ninguém indiferente. ;)
Tenho de começar a fazer um esforço extra para comparecer com mais assíduidade às voltitas de domingo de manhã.

Abraço,
MB.

Bruno Mourato disse...

Azar do cara***... Trilhei a câmara de ar do pneu da frente:( Mas a volta foi fixe e foi sempre a andar bem. João agora tens de experimentar a colocar a máquina noutras posições para apanhares outros ângulos da bike, por exemplo o amortecedor trazeiro.
Abraço.

Bruno Mourato

As Minhas Pedaladas disse...

Marco, a ideia era tu ires à frente. Para filmar a tua bicla! mas fica para a próxima., talvez seguindo a ideia do Bruno!

Paulo Ribeiro disse...

O vídeo foi filmado de um ponto de vista interessante, uma vez que é possível ver a suspensão dianteira a trabalhar e também quando travas. :) No vídeo o azul da Gary Fisher fica mesmo a matar...