terça-feira, 14 de abril de 2009

E lá fui eu pela noite dentro.

Ontem ás 20:30 depois do jantar, saí novamente na Giant, para fazer mais estrada. Depressa ficou de noite, segui em direcção à Marinha Grande. Com a luz no guiador dava para ir vendo a frequência cardíaca, queira andar leve, dentro entre os 60 e 70%, a pensar na cadência e a puxar os pedais.Chegado à Marinha Grande virei em direcção a São Pedro de Moel, escuridão total, interrompida apenas pela esporádica passagem dos carros, Estar a pedalar a esta hora, com o cheiro e o silencio da noite levam-me de volta ao passando quando nas férias grandes andava a trabalhar por turnos nas fábricas de vidro.São Pedro de Moel encho a garrafa, apesar de ser de noite e estar mais fresco (frio mesmo!) continuo a beber regularmente, nesta volta bebi 2x750 ml. Esqueci-me das capas de neoprene em casa, tal era a pressa de sair!
Praia das Paredes, 1:15 minutos de volta, questiono-me se devo seguir para casa ou se faço mesmo a volta domingueira, vence a última hipótese, o caminho mais longo é geralmente o melhor! Quase a chegar à Nazaré passo ao lado dos aerogeradores, é estranho estar a passar por ali a estas horas, são 22:10 ainda bem que não tenho muito medo do escuro, de qualquer modo não é altura para pensar no "Blair Wich Project".Sitio da Nazaré, mesmo local, mas com o sol já do outro lado do mundo. Hora do regresso, o frio aperta e os pés estão gelados, não vale a pena pensar nisso, nada a fazer senão pedalar.
57 km em 2:25 horas, o frio ajuda a andar mais depressa,adorei, levei o mp3, só o uso para correr mas de noite é outra coisa, a certa altura o cabo desliga-se mas não o torno a ligar, agora queria era ouvir o mar.
Acho que sou mesmo um daqueles que gosta de pedalar sozinho, está dentro de mim. Por isso nunca considerei fazer uma prova de 24 horas por equipas, aquela coisa de ter os colegas da equipa, à frente ou atrás há espera que eu chegue para arrancar logo a seguir, não é para mim! Gosto de andar com o pessoal, mas é aos domingos a curtir os trilhos. O Clube BTT do Juncal, vai estar nas 24 Horas de Lisboa com 2 equipas de 4, pela primeira vez vou ter o pessoal a passar por mim durante 24 horas a chatear-me positivamente o juízo!!!

Volta a repetir, durante as próximas semanas, pois as 24 Horas de Castelo Branco estão a chegar é já no fim de semana de 9 e 10 de Maio. Esta prova será óptima para quem quer iniciar-se neste tipo de provas pois para além de um preço mais baixo que as 24 Horas de Lisboa, dá a hipótese de fazer, 6 e 12 horas, aposta inovadora em Portugal. Promete, ainda por cima em noite de lua cheia!
Dez minutos depois de chegar a casa, começa a chover, mas a chover mesmo. Foi por pouco!

3 comentários:

Marco Belo disse...

Juanito, quando numa próxima oportunidade te lembrares diz alguma coisa, comprei umas luzes e gostava de as experimentar. Como não sou muito dado a incursões nocturnas a solo prefiro ter companhia. =)

Abraço,
MB

o salineiro disse...

Andar à noite por esses lados? Corajoso!

Mas gostos não se discutem e se um tipo se sente bem, que o faça.

As Minhas Pedaladas disse...

Marco, temos mesmo que combinar uma saida nocturna ainda por cima vem aí as 24 Horas de Castelo Branco!
Amigo Salineiro, não fui para os trilhos, andei sempre por estrada!