quinta-feira, 26 de agosto de 2010

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

De volta à estrada.

Após 2 semanas sem pedalar, voltei à estrada.
Aproveitei para testar mais algumas afinações na bicicleta.
No mês passado tinham metido o selim 7 mm mais para a frente, e ontem meti um avanço com mais 5mm e virei-o para cima. Após 4 paragem para acertar com o ângulo certo do guiador, lá encontrei a posição ideal. Que conforto, tanto nos travões como nos drops, agora já não bato com os pulsos no guiador e a subir em pé também me senti melhor.
Estava indeciso entre a Serra dos Candeeiros e o mar. Escolhi o mar , fui ver como estava a baía de São Martinho do Porto.
Tanto a ida como o regresso foi feito pela estrada mais próxima da costa, Casal Mota, Praia do Salgado, até chegar a São Martinho do Porto pelo lado do cais. Portanto, ainda tive a minha dose de subida!Uma paragem para apreciar a paisagem e comer um pão com marmelada para abastecer a máquina e de novo na estrada.
Na Nazaré a fila do costume, lá fui passando os carros parados, foram pelo menos dois quilómetros de fila! A certa altura uma senhora mais aborrecida com a sua lenta progressão, lembrou-se de fazer inversão de marcha, sem ver se vinha alguém lá mais atrás!!!Felizmente para mim tenho o hábito de nesta situações andar sempre com as mãos nos travões e a olhar para os condutores, um berro de aviso e uma derrapagem depois, lá segui viagem...
Mais uma subida ao Sítio da Nazaré e o regresso pela ciclovia, que actualmente até está relativamente limpa e é possível circular mesmo de bicicleta de estrada, pelo menos até a São Pedro de Moel, agora, daí até à Marinha a ciclovia está uma lástima, com areia, lixo, muito lixo, até caixas de pizzas, latas e papéis, e vidros muitos vidros deixados por alguns acidentes, garrafas partidas, e muita caruma. Quem tiver que fazer uma travagem de emergência, irá certamente ver o chão mais de perto...
Os dados da volta:
Tempo: 03:40:47
Distância: 83,48 km
Ganho de elevação: 894 m
Calorias: 3.128 C
RC méd.: 149 bpm
RC máx.: 184 bpm
E o percurso aqui.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Em cima de 2.2 de pneu

Sem nenhum objectivo específico para provas ou alguma coisa do género, as voltas durante a semana diminuíram. Restam os fins de semana, os domingos mais especificamente, ainda mais especificamente, domingo ao fim da tarde.
Na semana passada saí na bicla de estrada, andei na ciclovia e o resultado foi um furo. Há pessoal que se diverte a atirar garrafas para a ciclovia... Como os pneus furados não se remendam sozinhos, levei a Gary Fisher, e ainda bem que o fiz. Já tinha saudades. A volta foi curta, não me entendi com o Garmim, por isso não tenho o trajecto da volta.
Enchi o bidon, mas ficou na cozinha, por isso parei na Ponte Nova e em São Pedro de Moel.
Segui para Água de Madeiros.
Uma das praias dos meus tempos de Teenager.
Quando cheguei à praia das Paredes da Vitória, e na ausência do bidon...