terça-feira, 10 de maio de 2016

1x11 Aqui Vamos Nós!


Em 2008 quando comecei a pedalar com a roda 29, os andamentos que vinham na Gary Fisher Hi-Fi Pro 29,  eram 34/11 atrás e 44/32/22 à frente. Andamentos nada adaptados às rodas grande, por isso, assim que pude, troquei o prato de 44 por um de 42. Que diferença! Passei a utilizar este prato muitas mais vezes, uma vez que quase nunca utilizava o 44. 
Depois, mais tarde, passei para os dois pratos, fique com 36/22 e mantive a cassete 34/11. Com o desgaste da corrente e as voltas na lama, os chupões da corrente não eram permanentes mas quando aconteciam, eram bastante irritantes, até porque me obrigavam a um esforço extra de pedalar em 36x34 quando já estava cansado. 
Agora que era altura de mudar a transmissão, porque não passar a utilizar um só prato à frente? A decisão estava tomada. Faltava escolher entre Sram e Shimano. Já tinha pedalado com os dois grupos a robustez da Sram atrai-me tal como os punhos rotativos X0 que tenho utilizado nos últimos 3 ou 4 anos. Mas este ano quero mudar e a mudança vai para a Shimano XT em vez da transmissão da Sram o GX. A escolha deveu-se a várias razões. Primeiro, porque para a cassete da Sram, precisava de comprar um adaptador. Depois, por causa da possibilidade de utilizar o manipulo tanto como o polegar como com o indicador. E por último, os andamentos da cassete Shimano, aparentam estar mais bem escalonados do que a cassete Sram. 
Transmissão escolhida! 


Faltava saber que prato pôr à frente! 32 ou 30? Redonda ou oval?


domingo, 20 de março de 2016

Raid Btt Migueis 2016

A loja Migueis fez um passeio comemorativo dos seus 29 anos de existência com um passeio de 35kms a partir da Boavista para o lado Este de Leiria com 1000mt de acumulado. Lama mas sem chuva. Foram umas boas 4 horas na companhia do meu colega de GeoRaid, António Pereira. 

Venha daí esse Sol, já estamos fartos de pedalar com lama e estragar material.
 



terça-feira, 1 de março de 2016

Os Pratos Ovais Estão de Volta.


Desde há uns meses, (será que já passou um ano?) que montei uma singlespeed, na altura de escolher o prato pedaleiro, ainda considerei os pratos da Raceface, mas acabei por escolher o prato ovalizado da AbsoluteBlack. Passados mais de 400 kms, posso dizer que estou a gostar, a tracção melhorou e estou a considerar optar por este prato quando converter a transmisão da Hi-Fi Pro 29 em 1x11. Vejam como fiz!

OVAL chainrings on singlespeed bike from absoluteblack on Vimeo.

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Ainda Sei Pedalar

Duas voltas pequeninas para me lembrar como é dar voltas aos pedais. 

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Brevet des Randonneurs Mondiaux L'Antique @ 2016

Há uns anos participei no primeiro Brevet des Randonneurs de Portugal.  Eu não fiz mais nenhum mas o Pedro Alves continuou a pedalar na organização dos brevets. Um dos mais recentes é também já um dos brevets mais espectaculares, é o L'Antique 200. Aqui fica um vídeo da edição deste ano.




sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

1º Raid BTT FAG - Casal Galego 50KM

Já não fazia uma prova de BTT há tanto tempo!!! Frio, areia e chuva! Foi bom!!! 
Foto: Emmanuel Rodrigues
Arrancámos à chuva. Sem precipitações, com um ritmo mais rápido mas confortável. Levei dois géis, parei nos abastecimentos para meter água no bidon e comer mais qualquer coisa. Ter consciência que não podemos deixar muito tempo entre as tomadas de líquidos e sólidos, durante os esforços, é muito importante. Desta vez não me esqueci deste facto.
Foto: Pedro Feliciano
Muita chuva e areia, nada bom para a transmissão, que durante grande parte do tempo fez todos aqueles barulhos que nos fazem prever uma factura de material maior do que queríamos, a pagar na semana seguinte! Mas tudo bem! A vontade de pedalar em prova era maior!
Foto:Beatriz Norte
O único sítio onde não choveu foi debaixo da ponte! Meti o track da prova no GPS e ainda bem, houve pessoal que andou na pista a retirar as fitas que orientavam a prova, por isso, o GPS no final foi essencial.
                
 Parte da prova foi feita com a visão dos trilhos muito afectada, a chuva, lama e o embaciamento dos óculos fez com que ficasse apenas com uma ideia por onde meter a roda da frente, o que por vezes até é bom, mas por outras... No final, para conseguir orientar-me pelo GPS, tive mesmo de os guardar. Pedalar sem óculos, por ser tão perigoso para a nossa visão, é coisa que não gosto de fazer, mas desta vez teve mesmo de ser.

Bicla lavada e lubrificada! Tenho de meter umas roldadas no desviador e talvez uma corrente. Tem valido a pena os treinos no rolo no conforto de casa.  Venha a próxima! 

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Porto de Mós é Fixe!

Sábado fui com uns amigos até Porto de Mós. Foram 34km com 850mt de acumulado. É sempre bom voltar a estes trilhos, especialmente quando o faço com bons amigos.