terça-feira, 2 de junho de 2009

24 Horas de Lisboa - Faltam 11 dias...

... para voltar ao parque de Monsanto. Está a fazer um ano que participei nesta prova. Neste espaço de um ano muita coisa aconteceu.Foi a minha primeira participação numa prova de 24 horas e logo a solo.
A solo porque na verdade não gosto de estar dependente de ninguém, do mesmo modo que não gosto que alguém esteja dependente de mim. Sou o responsável por tudo o que me acontece, não posso culpar ninguém, nem ninguém se pode desculpar comigo.
Depois, foi o fascínio que tive pelo filme 24 Solo, as dezenas de vezes que o vi, sempre em cima da Giant montada em cima do rolo a pedalar. Absorvi todos os pormenores, posso dizer que este filme foi o factor que mais contribuiu para estar ali na linha de partida.
Depois dessa prova fiz mais 3 provas de 24 Horas e uma de 12 horas, já aprendi algumas coisas entretanto, a principal é treinar e a alimentação.
Depois de testar uma roda 29 nas 24 horas de Viseu, não olhei para trás e troquei a Mondraker MR101 (grande bicicleta) pela Gary Fisher Hi-Fi Pro 29, mais leve, com melhor material, e outra maneira de abordar os trilhos.
Tenho treinado mais regularmente, não tenho nenhum plano de treinos, mas tenho mais ou menos ideia do que deveria de fazer.
Descobri com a Onibla o gozo de rolar com bicicleta de estrada e desde que tenho uma versão mais moderna de roda fina, "meti-lhe" mais de 25 horas em quase três semanas.
Um ano passou, com muitas aventuras e algumas desventuras pelo meio e estou de volta à grande prova do ano aquela pela qual mais esperei em 2009.

Portanto as expectativas são algumas, os objectivos para Lisboa serão:
- Dar mais voltas do que as 17 d0 ano passado.
- Perder menos tempo nas paragens e no jantar. Sim, quero jantar comida a sério, encher mesmo a barriga , vou precisar disso!
- Quero evitar problemas mecânicos.
- Quero não cair, por isso não vou arriscar, nem que tenha que fazer certas zonas a pé como fiz no ano passado durante a noite...
- Quero passar o menos tempo possível naquela altura da noite em que o cansaço e o sono me fazem cantar aos berros uma lenga-lenga qualquer para não adormecer em cima da bicicleta, esta sensação assemelha-se mais a uma grande bebedeira, esta vai ser, para além do rabo dorido, a altura mais difícil do dia.
- Quero ver a ponte 25 de Abril iluminada durante a noite (fiquei com essa fotografia mental na cabeça) e ouvir os cães a ladrar no canil municipal(quem já por lá passou sabe do que falo)

Bem, chega de divagações!!! A inscrição já está paga, o dorsal é o 1-105, resta-me esperar.

Vejam a reportagem do ano passado, que inclui uma pequena entrevista à vencedora feminina do ano passado, a italiana que ganhou em Single-Speed e em 29er!!! Sim, há mulheres que rolam em 29ers. Vejam também um entrevista com o Ricardo Melo, vencedor do ano passado.

3 comentários:

TC Projeto Triathlon (Tuco) disse...

Caramba John!!! Você é o cara!! Eu já te admirava, mas nem passava pela minha cabeça que você se enfiou numa prova de 24 hs pedalando direto!! E nós aqui achando que as provas de 10K correndo a pé são o must!! HUIhaiuahiuahui!! Parabéns amigo. Nosso respeito e admiração só aumentaram!! Sucesso e boa prova... Cuidado para não dormir em cima da bike mesmo. Abração

Bruno Mourato disse...

Também já estou inscrito! Mas eu não sou tão corajoso como o tu... Vou com mais 3 marmelos do clube de btt do Juncal. O nosso número é 4-074! Até dia 13 toca a treinar!

As Minhas Pedaladas disse...

Tuco eu também espero não adormecer em cima da bicicleta, vamos a ver.
Bruno vamos a ver se ficamos com o acampamento montado no mesmo sitio! até lá.