segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Estive no Bicycle Film Festival 2009

No Sábado, fiz-me à estrada e lá fui eu até à capital! Ás 4 da tarde já estava lá, o espaço estava um pouco deserto mas havia uma razão para isso, estava ainda a decorrer a AlleyCat! Ao aproximar a hora da primeira sessão o parque de estacionamento para os velocypedes foi começando a ficar cheio!
Não pensei que houvesse tanto pessoal a andar de Fixie! Até já há lojas a vender material para elas.
Na verdade, confesso que nunca tinha investigado, mas afinal, eles até tem um forum, é o Fixed Gear Portugal. Fica aqui mais uma reportagem sobre o assunto.
Os dois filmes que queria mesmo ver era o Klunkerz, sobre as origens do BTT e o outro era o Road to Roubaix, sobre esta mítica clássica de 160 milhas.
No Klunkerz, gostei bastante, foi bastante interessante ver como foi a origem do mountain bike, a adaptação das peças, o aparecimento do desviador, os primeiros quadros. Gostei!!!
No Road to Roubaix, gostei mas... Acho que meteram muitas entrevistas, que são essenciais mas para quem gosta destas coisas, fiquei à espera de ver mais excertos da prova no meio das entrevistas que por vezes tinham um ruído de fundo irritante, aceitável num programa desportivo ao Domingo, mas não num filme desta dimensão. No final somos brindados com mais de 10 minutos de prova,o que quase salva o filme.

Os outros filmes que vi gostei de quase todos menos o THE SCRAPER BIKE KING, é demasiado fora e chega quase a ser triste, é sobre uns miudos que reciclam bicicletas e metem-lhes uns autocolantes de M&Ms e de Oreos... Uma curta que também gostei foi, "STANDING STARTUK 2007 DV 12min Dir. Adrian McDowall and Finlay PretsellUma visão intimista de Craig Maclean, campeão mundial e olímpico de velocidade, a sua capacidade de concentração e preparação." Mais aqui.

Uma boa surpresa foi a ante-estreia planetária do próximo vídeo dos Peste&Sida!!! O vocalista da banda, João Pedro Almendra fez questão de estar presente. No próximo dia 17 deste mês poderão assistir a uma nova versão do Sol da Caparica. Esta versão digamos que será mais ciclistica.

A exposição do BFF.
Entretanto a noite chegou.
Já que estava por lá fui até à Velodrome Party no Post. O que gostava mesmo era que tivesse havido uma corrida de Bike Sprints, mas não houve.
Mas houve um grande concerto dos Macacos do Chinês .


Depois dos Macacos, foi hora de fazer-me à estrada, já era tarde, mas para quem lá ficou a festa continuou com mais uns DJs.
De manhã, mais tarde do que o habitual, perto das 12 horas, estava em São Pedro de Moel.

5 comentários:

João Galvão e Ricardo Rosa disse...

Caro Amigo João!
Ainda bem que foste, porque assim é como se me representasses, é como se lá estivesse também …lol…
Agora a sério, estive para ir mas…. Olha é daquelas coisas, se é para ir tem que se ir, não se pode ficar…
Parabéns pela tua reportagem que me mostrou o que fiquei a perder.

Abraço e boas pedaladas,
João Galvão

RuiRuim disse...

terei de ir para o ano ta visto! entretanto hoje vou ver o road to roubaix

kico400 disse...

Foi pena que não tivesses ficado para o Bike Polo no domingo , foi fixe , houve muito pessoal a experimentar, fica pa proxima.

Kico

PAGBA disse...

Mais fotos:
http://massacriticapt.net/?q=bicycle-film-festival/registos-do-bicycle-film-festival-lisboa-2009

Já agora divulga este site no teu blogue ;)

As Minhas Pedaladas disse...

Pessoal só espero que para o ano haja mais!!! Sabem quem é que esteve por detrás da organização?? Eles têm Blog? Talvez dê para criar uma bicicletada na Marinha Grande, mas arriscava-me a aparecer só eu...
Isso do polo não sei mas lá que gostava de ter tornado a andar numa fixie gostava.