domingo, 21 de março de 2010

Maratona do Centro 2010

Missão cumprida, mas um jersey de Inverno num dia de Primavera, não foi a melhor escolha. Desidratei-me e as caimbras instalaram-se durante os 50 kms finais. Quase nessa altura e por causa da lama, apareceram os chupões da corrente. Resultado, muitas das subidas finais feitas a pé.
Adorei a primeira hora e meia, consegui manter um ritmo como eu nunca tinha conseguido a aselhice do jersey impediu-me de fazer um pouco melhor. Mas acabei com a sensação de ter conseguido os meus objectivos.
Adorei a minha Gary Fisher desta vez com a pressão correcta nos pneus (20/24 psi) mesmo com o pneu de trás quase careca aguentaram bem. A maior parte das subidas foram feitas sem o Propedal a trabalhar. Tal como a suspensão, o conjunto funcionou bastante bem e "comeu" as pedras. Tanto a subir como a descer. E que descidas, a bicla voava, mesmo com calhaus grande, ela aguentou-se maravilhosamente bem!!!Adoro a minha bicicleta!!! Melhore que esta só uma Superfly FS100 ou uma HI-FI deste ano que tem exactamente a mesma geometria que a Superfly.
No final falei rapidamente com uns amigos e meti-me no carro.
Tinha o sol da minha vida à minha espera em casa dos avós.

Tempo: 05:42:37
Distância: 74,78 km
Ganho de elevação: 2.299 m
Calorias: 3.740 C
Uma grande dor de pernas...

A volta no Garmin.

2 comentários:

MYRAGE disse...

As caimbras são realmente um problema !
Já paguei e continuo de vez em quando a pagar essa factura...
Também já me mentalizei que dosear e gerir o esforço é a melhor receita. O problema é que as vezes as mas companhias fazem-me puxar :)

Abraço

bacano disse...

Boas camarada a nini não estava nada facil nem dá para imaginar a grande...

Abraço e boas pedaladas
Bacano