domingo, 14 de março de 2010

O regresso à pedra e lama!

Sábado ás 8:30 estava em Leiria no ponto de partida para a Maratona do Centro.Os meus colegas de volta são o António e o famoso Sr. Agostinho. Objectivo do dia, fazer o reconhecimento da maratona.
Bicla lavada e lubrificada prontinha para a volta do dia. O track para a maratona está disponível para download. Finalmente vou dar uso à navegação por GPS do Garmin 705.
Que saudades de andar na terra. Tenho adorado andar na Trek de estrada, mas pedalar com lama, areia, gravilha e lama debaixo de mim com a Gary Fisher era uma sensação que há muito não tinha.
A primeira lama nas pernas e sapatos, que bom!!!
Os meus companheiros de volta!
Pneu perfeito para rolar... Quase não faz atrito... Meti pressão a mais, 30 à frente e 35psi atrás. No dia da prova levarei qualquer coisa mais perto de 27, 30psi. Os meu próximos pneus? Talvez os 29-3 da Bontrager.
Bem, o dia foi excepcional, sol e algum frio. Um engano na altura em que a prova que fazia um 8, se cruzava. Fez-nos pedalar mais uns quilómetros. O GPS a certa altura deixo de dar 50 kms para o fim para passar a dizer 7 kms!!! Disse isso ao António mas como ele tem um Garmin mais antigo, não ligou. Afinal o GPS até tinha razão, passamos do trilho da maratona para o da meia-maratona... Cruzámo-nos com um grupo de 3 um era o Zé Miguel da Marinha Grande e o Chico, meu colega de turma do Ciclo e do 7º ano! Gostei, já não o via à uns aninhos! Valeu a chamada de atenção deles para o facto de estarmos um pouco desviados da rota...
Lá tivemos que cortar caminho, o regresso ao trilho correcto foi bem perto da subida da Maunça, e que subida!!! Serviu para durante 18 minutos subir 250 metros de acumulado com inclinações acima dos 20% e uma média de frequência cardíaca de 173bpm...
Depois de mais uma fantástica descida de pedra, parámos para nos reabastecer num café local. Uma Coca-Cola e uma sandes de queijo fresco! Que bom! Mais umas pedaladas e estamos a cruzar a estrada que vai para Fátima, pouco tempo depois é a segunda subida digna desse nome, mais sofrimento, o suor no olhos é que dá cabo de mim!
Encontrámo-nos mais com mais um grupo amigo, estavam parados porque um deles tinha furado. Mais conversa!
O Zorze, provavelmente o maior entusiasta das Trek 9.9 do mundo!!!
Apesar das Treks estarem bem representadas havia por lá uma outra beleza americana. Arrancámos e pouco depois passam eles a alta velocidade! Foram 7 horas bem passadas, e 6:14 a pedalar, velocidade média de 13kms por hora, com os enganos, o que deveria ter sido 72kms passaram a 87...A maratona vai ser dura... Quem estiver para escolher esta maratona para fazer pela primeira vez os 70 kms em btt talvez deva escolher uma outra prova.
Hoje ás 8:45 estava na rua para ir até à Nazaré, foram mais duas horas de volta, já deu para dizer olá a alguns amigos das pedaladas! Ainda deu para levar a minha pequenina a pedalar de manhã e ir ver o espectáculo Canta o Galo Gordo a Leiria à tarde. Acompanhem a digressão que eles estão a fazer, as músicas são simples e bem interessantes.

2 comentários:

Aussie disse...

Estava a ver se o Gps tinha pifado!! :p

Macrobiótico disse...

Ufa! Achei que você não voltaria aos trilhos João... hehehe

Nada contra as bikes speed =)