domingo, 6 de setembro de 2009

Na semana passada

Voltei a pedalar com mais afinco:

Terça-Feira:
TREK 1.7 - Marinha Grande> São Pedro de Moel> Marinha Grande
1:15 de treino para 29kms.
A volta pelos sítios habituais, não levei o Sigma.
Quarta-Feira:
TREK 1.7 - Marinha Grande>Leiria>Senhora do Monte> (Quase) Fátima>Batalha>Aljubarrota>Alcobaça>Nazaré>Marinha Grande
Tempo de Treino(sigma): 4:23/bpm md: 132/bpm mx:175/kcal: 2607 Tempo acima dos 160 bpm: 0:33.
Da Marinha Grande até Leiria durante a semana o trânsito é muito, mas queria fazer caminhos diferentes por isso partí em direcção à Senhora do Monte. E que monte... Depois de fazer a parte de estrada boa aproveitei uma pequena zona plana para deixar o coração acalmar, depois de voltar aos 120 bpm, lá entrei pelo piso mau. Não havia mais leve que 34x25, lá fui pedalando por ali a cima. A única coisa boa quando aparecem paredes, é que depois de a fazermos, dá para descansarmos, mesmo que tenhamos que continuar a subir.
Na zona das antenas, passo por uns cães bem grandes, não vou voltar para trás, não olho para eles e eles também não (ainda bem). A descida foi feita aos saltos, 100+110 psi, dá nisso, os pneus aguentaram bem mas acho que não vou voltar a passar por aqui, não tem buracos mas não é o mais indicado para passar com bicicleta de estrada.
Chegado à rotunda que dá para Fátima, Minde, Batalha, viro para a Batalha, foi sempre a descer, passei na pedreira quer tem aquele estradão a subir até ao parque éolico e lembrei-me da minha primeira participação na Maratona do Centro.
Em Aljubarrota, encho os bidons num parque de merendas, converso, como David, colega do Clube BTT do Juncal durante uns 15 minutos, arranco e pouco depois cruzo-me com o Joel e o seu filho Ivan, não os acompanhei porque ainda queria ir até à Nazaré. Depois foi pedalar até parar numa estação de serviço na Martingança, estava a uns 10 kms de casa, mas tive que beber uma Coca-Cola e umas batatas fritas, estava a começar a dar aquela fraqueza.
Quinta-Feira:
Salomon (muito velhas) São Pedro ;Canto do Ribeiro
Levei o Sigma mas como foi no bolso, desligou-se, deve ter sido uns 30 minutos de corrida, feitos ao fim do dia mesmo na altura do sol se pôr e da lua se levantar, que momento, adorei. A Meia-Maratona da Nazaré é em Novembro, por isso tenho que começar a treinar, posso não fazer mais prova nenhuma de atletismos mas esta que tem a minha idade, queria ver se ia continuar a fazê-la enquanto puder, já a fiz em 2007 e em 2008.
Sexta-Feira:
Manhã:
Gary Fisher Hi-Fi Pro 29 - Juncal>Pedreiras>Porto de Mós>Quase Fórnea>Não Sei Bem Por Onde>Porto de Mós>Juncal
TT (Sigma ) 3:10/bpm md: 135/bpm mx: 175/kcal: 1988/Tempo +160 bpm: 0:38
Volta com o Joel e o Ivan do Clube BTT do Juncal.
Noite:
Juncal a preparar o 2º Raid BTT do Clube BTT do Juncal, que é já no próximo dia 20.
Sábado:
Manhã:
Li num café uma revista de ciclismo que o David me emprestou com uma reportagem da RAAM.
Tarde:
Trek 1.7 - Marinha Grande>São Pedro de Moel> Nazaré> São Martinho do Porto> Salir do Porto>Foz do Arelho> Caldas da Rainha> Alfeizerão>São Marinho>Nazaré> São Pedro de Moel> Marinha Grande
Não tenho aqui a informação da volta, a descrição fica também para depois...
Noite:
Martingança, para os 100 minutos de BTT Nocturno, não para participar mas para ver e estar com o pessoal do BTT, mas desta vez a conversar sem ter o coração acima dos 100bpm...
Domingo:
A fazer este post. Não toquei nas bicicletas.
Depois revejo e actualizo isto...
Boa semana para todos.

3 comentários:

Jorgex disse...

Nesta altura do ano eu só pedalo afincadamente para ver se não passo vergonha na concentração de bikes Canyon.

Um bttista faz kilómetros para atingir um objectivo, uma meta, né?

As Minhas Pedaladas disse...

Eu cá já não sei bem é mais como o provérbio, aplicado ás pedaladas, QUEM PEDALA SEUS MALES ESPANTA...
Espero que corra tudo bem na concentração! Depois conta como foi.

o salineiro disse...

Xiii, isto é que foi uma semana de pedalada. Olha, deixas-me cheio de inveja pois não tenho tempo para tal. Resta-me a volta domingueira.
A bicicleta serve para isto mesmo, para nos sentirmos bem. E desse lado já vi que funciona.

Abraço companheiro