segunda-feira, 21 de julho de 2008

Última volta antes das 12 Horas de Proença-a-Nova

Neste Domingo, não fui ter com o pessoal do clube do Juncal, ainda os convidei mas tinham que fazer o reconhecimento do Raid que vamos fazer em Setembro.
Este Domingo por diferentes razões quis ir fazer estrada de montanha.
Razões:
1º - Volta à França. Como a volta está a passar pelos Alpes, tinha que fazer umas subidas para me lembrar do sentimento que é subir, subir e subir.
2 º - 12 Horas de Proença. Como creio que esta prova vai ter umas subidas, queria meter alguma carga nas pernas, treinar a subir em pé durante alguns minutos, sem me sentar e sem aumentar muito a frequência cardíaca.
3º - Passar a barreira dos 100 kms mas em terreno mais difícil. (Mais umas vez as etapas da Volta à França, com 190 e 200km em montanha...)
4º - Passar mais de 5 horas em cima da bicicleta.

Partida: 8 horas o céu estava escuro por isso levei os manguitos e o impermeável. Nesta altura não penso, nos kms que quero fazer, mas sim qual a caminho a tomar nos próximos 15 kms até Porto de Mós.
Pedalar, pedalar e pedalar...
Tornei a mexer nos punhos, agora estão mais ao jeito dos Ergon e creio que ficou bem, para a semana, depois do teste de longa duração digo se estão ou não aprovados.
Não sei exactamente quantos kms foram a subir , mas subi...Estou quase a chegar... a meio da viagem.
Mais de perto.
Grutas de Mira d'Aire! Objectivo cumprido, agora tenho que voltar...
... Mas antes tive uns zurros de incentivo de uns fans (obrigado pela força)!
Média de 18km/h (pode não ser muito, mas fiquei satisfeito.
Depois de passar Porto de Mós, tinha que decidir entre ir para casa com 75kms ou com mais alguns kms nas pernas. Como a ideia era a preparação para as 12 horas, lá fui em direcção a Alcobaça.
A placa diz "Aljubarrota".
Aqui, comi mais uma banana da Madeira uma barra de cereais, descolei os calções do rabo, concertei os tintins e lá segui caminho.
Aqui poderia ter virado logo em direcção a casa mas tinha que passar lá em baixo, tinha que ver o mar e sentir o cheiro da maresia (devo ter sido marinheiro ou pescador noutra encarnação)...A confusão habitual da Nazaré no verão...
Se quiserem cá vir no fim de semana durante o verão é melhor chegarem ás 7:00 da manhã para arranjarem lugar. Ou então venha de bicicleta.
Depois de ver na volta à França que eles nos reforço bebiam Coca-Cola, bebi também uma, depois de 90kms feitos já merecia esta prenda. Estava bem frequinha!
Com a energia da Coca-Cola e como treino é treino, fiz a subida dos Correios. A caminho de casa casa ainda apanhei um Bttista que ia lá longe, mas estava a ver que não conseguia... Cheguei a casa com 106kms nas pernas, uma velocidade média de 21,5kms/hora e um tempo a andar de 4:55 horas, o que dá um tempo de paragem de 10 minutos em 5:05 horas.

Tempo de Treino: 5:05horas; 143Bpm Média; 170Bpm Máx. 3448Kcal,
0:56" na Zona 1,2(60,75%), 3:59 na Zona 3,4 (75,82%)e apenas 1" na Zona 5(89-94%).
Grande parte do tempo andei a 155bpm o que me põe no inicio da Zona 4 (152-165bpm, a 82-89%), pode não ser o ideal mas creio que vou no bom caminho. (Qual é o caminho? - Não sei, mas é +para a frente!)
Agora resta-me rolar mais um pouco mas sem grandes esforços e comer.

4 comentários:

Pedro Alves disse...

Olá João,

Bons treinos esses... com pneus cardados na estrada 90 km já são uma epopeia.
É verdade que agora a uns dias o caminho é em frente... mesmo que a FC teime em não colaborar. Eu ponho o meu polar no alarme quando é absolutamente imprescindível te-la controlada... mas claro, a FC varia por tantas razões que é difícil encontrar a receita.

Boas 12 horas para si

As Minhas Pedaladas disse...

Na verdade a volta terminou 16 km mais à frente, 106 kms no total, mas garanto que estes kms, fora de estrada, com lama, areia e pedras a travar constantemente a nossa progressão ainda é mais difícil do que em estrada.

João

Anónimo disse...

Fez 106 k em 5 horas? Acho q so em dez.O sr esta mt bem fisicamente.Hei de la chegar um dias.Boas peadaladas.
Pedro Diogo
Ps: Bttcabecodasaguias.blogspot.com

As minhas Pedaladas disse...

Olá, 106kms em estrada é diferente de fazer 106 em Btt. Mas mas sim, 106kms já começa a ser qualquer coisa. Mas também tenho que dizer que é o resultado de algum treino, só assim é que consigo fazer alguma coisa. Não tenho resultados excepcionais, isso creio que nunca irei conseguir, mas o que tenho conseguido é cansar-me menos em mais kms. O que também é bom!

Boas pedaladas, para o Cabeço das Águias.
João