segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

A Tristeza dos Portugueses

Cruzei-me com este texto de Miguel Esteves Cardoso,que aqui deixo:
"Porque é que os portugueses são tristes? Porque estão perto da verdade. Quem tiver lido alguns livros, deixados por pessoas inteligentes desde o princípio da escrita, sabe que a vida é sempre triste. O homem vive muito sujeito. Está sujeito ao seu tempo, à sua condição e ao seu meio de uma maneira tal que quase nada fica para ele poder fazer como quer. Para se afirmar, como agora se diz, tão mal.
Sobre nós mandam tanto a saúde e o dinheiro que temos, o sítio onde nascemos, o sangue que herdámos, os hábitos que aprendemos, a raça, a idade que temos, o feitio, a disposição, a cara e o corpo com que nascemos, as verdades que achamos; mandam tanto em nós estas coisas que nos dão que ficamos com pouco mais do que a vontade. A vontade e um coração acordado e estúpido, que pede como se tudo pudéssemos. Um coração cego e estúpido, que não vê que não podemos quase nada. Aí está a razão da nossa tristeza permanente. Cada homem tem o corpo de um homem e o coração de um deus. "
(origem e continuação) no blog: Citador.

Programa: Portugal de... com MEC. 1:07 ( Vale mesmo a pena ver!!!)

2 comentários:

funride disse...

Obrigado por partilhares este vídeo, pois embora sempre tenha gostado de ouvir o MEC, agora ele parece-me mais real e objectivo - mesmo que continue trapalhão a falar eheheh.

Adorei a ideia do pais com milhões de soluções...

Foi uma hora bem passada.

As Minhas Pedaladas disse...

Acho que agora já com mais uns anos em cima o MEC, está mais calmo e sábio. É bom envelhecer!
João