quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Bicicleta Nova!

Um restauro baratinho e fico com uma bicicleta de ciclismo.
A Onibla é um pouco pesada para os standards actuais mas não faz mal. Não sei é se irei conseguir fazer grandes subidas com ela, mas essa é que é a ideia. Trabalhar para conseguir fazer umas subidas.

9 comentários:

Marco Belo disse...

Boas.
Entretanto temos de combinar ir fazer uma voltinha de estrada.

Abraço.

carneiro disse...

Parabéns ( e inveja). Sou natural de Bombarral e não sabia que existia uma marca com essa origem.

Filipe Domingos disse...

Já cheguei a ter uma bicicleta idêntica e tinha 42 e 52 dentes na pedaleira e nos carretos do 13 ao 23 de dois em dois dentes. Com o 42x23 sobe qualquer subida

Filipe Domingos disse...

Existia, penso que ainda existe, uma loja de bicicletas do lado direito quando se vai da rotunda do Hotel Comendador para a Câmara,isto para quem conhece, que há 30 anos fazia uns quadros e montava-os com bastante aceitação. Não sei se será algum desses, pois não me recordo da marca. Também não me lembro do nome do proprietário, mas era uma pessoa muito conhecida na época. Estive lá várias vezes para comprar material, o que também fazíamos no Montico do Cadaval, de que era proprietário o Júlio, falecido precocemente. Aliáz o Montico tinha uma loja e oficina excelentes. Os seus mecânicos fizeram várias voltas a Portugal, ocorrendo-me neste momento o nome do Hilário.
E era de facto aí quando pretendíamos qualquer material especial que recorríamos.

ruiruim disse...

bem catita a bina!

João disse...

OLá a todos,
Marco temos mesmo que dar essa voltinha!
Amigo Carneiro e amigo Filipe, a Bicicleta foi efectivamente fabricada no Bombarral pelo Sr. Albino e por isso a bicicleta se chama Onibla, portanto Albino ao contrario. A bicicleta foi comprada pelo meu sogro que chegou lá a comprar algumas e vendia-as aqui na zona. A bicicleta até é relativamente leve o tubos são aço Reynolds( http://www.reynoldstechnology.biz)
Já vi quanto é que tenho quye dar pela montagem dos raios, pneus, etc. Vamos lá a ver quando é que faço o mini restauro, uma pintura também não era mau, mas logo se vê.
Filipe a minha velhinha Giant Bronco foi comprada na Loja Montico, grande loja ainda tenho a factura algures, bem como o catálogo da Giant da época.
Obrigado pelos comentários.

Filipe Domingos disse...

É verdade era o senhor Albino, já lá não ia de maneira nenhuma. Ele próprio também fazia umas saídas de bicicleta. Não sei se ainda será vivo.

João disse...

Infelizmente já não está entre nós. Ficaram as bicicletas.

Osicran disse...

Essa bela máquina é muito parecida, no desenho do quadro e na cor, com uma relíquia de cerca de vinte e cinco ou vinte e seis anos que tenho guardada na garagem em perfeito estado de conservação e que ainda dá umas voltas de tempos a tempos para não se esquecer de como era. A minha é uma Sangal em cromolibdénio, na altura uma evolução interessante ao tradicional aço das bicicletas anteriores e foi a minha segunda bicicleta, adquirida para substituir a Confersil comprada em 2ª mão. Recordo-me que a Sangal, fabricada em Águeda pela empresa do mesmo nome e que ainda existe, custou 27.500$00, um valor significativo para uma bicicleta no princípio da década de oitenta. Parabéns pela Onibla e conserve-a bem!