quinta-feira, 23 de abril de 2009

Voltinha rápida na GF

Na Maratona do centro senti que levei algum tempo a aquecer, hoje sai de casa logo com a "abrir", claro que custou um pouco, o "motor" subiu logo para 175 bpm, mas insisti e a coisa acalmou ainda assim passei 25 acima dos 160 bpm. Tenho que me habituar a andar mais nesta zona!!! Tinha como objectivo ir até São Pedro de Moel mas não convém exagerar e já estava a chegar a hora do jantar. Foi um bom treino!Cruzei-me com este ciclista, tinha ido dar uma volta até à Nazaré e estava de regresso a casa, estivemos mais um pouco à conversa ele virou para casa e eu segui o meu caminho.
Cada vez mais há pessoal a andar de bicicleta, tanto durante a semana como ao fim de semana. Na estrada Marinha Grande - Nazaré ao domingo de manhã então, quase parece um passeio de cicloturismo.
Não sei porque insisto em cumprimentar os ciclistas, grande parte não responde, não sei mesmo porque insisto, uma questão de educação talvez. Se em vez de um bom dia disse olá Cam€lo, talvez já respondessem... Ainda bem que nem todos são assim!

5 comentários:

o salineiro disse...

Cumprimentar os ciclistas?
Na verdade não os cumprimento muitas vezes, talvez para não perder a concentração.
Mas já reparaste que se encontrares um tipo na rua, não lhe diriges a palavra, mas se o encontrares em cima de uma bicicleta o cumprimentas?
Muitas vezes quando um tipo não responde é porque acha que na verdade está na rua...

As Minhas Pedaladas disse...

Olá Salineiro, quase que concordo contigo, mas se fosse assim eu seria o único a cumprimentar o pessoal, mas ainda há muita gente a dizer olá, especialmente os BTTistas. Mas isso não é nada de especial, é apenas uma constatação.

Macrobiótico disse...

Se te consola sinto a mesma coisa... Não sei se é por que somos um pouco diferentes, ou por que temos alguma coisa em comum com outra pessoa. Mas enfim. Também fico frustado quando passo por um outro ciclista, comprimento e nada. Fico falando sozinho! hehehehe.

TC Projeto Triathlon (Tuco) disse...

Olá amigo, tudo bem??? Passei só para deixar um abração e quando passo por um ciclista por aqui sempre comprimento... Principalmente nos treinos matinais, onde há muita gente pedalando rumo ao seu trabalho. Fica registrado o abração do seu amigo Tuco!!

ruiruim disse...

Sinto o mesmo... à malta que não fala e vira a cara ostensivamente. irrita-me bastante. Cumprimento a malta que passa a correr ou a andar de bicicleta porque é uma forma de encorajamento, de mostrar simpatia para quem, como nós está ali na serra ou na estrada a dar ao litro por uma coisa que, como nós, gostam. Eu continuo a cumprimentar o meus vizinhos, as pessoas quando entro num café, e hei de cumprimentar sempre toda gente que passe por mim na serra.
é uma questão de boa educação.