segunda-feira, 23 de março de 2009

Maratona do Centro 2009, missão cumprida.

Cheguei aos Pousos ás 8:15 para mais uma maratona pela Serra D'Aire e Candeeiros. A expectativa era grande entre os presentes e apesar de andar com o pessoal do Clube BTT do Juncal à mais de um ano era a segunda vez que participava numa maratona com tantos colegas do clube no entanto, na partida, só encontrei o Bruno.
Mais Hidratos de carbono, desta vez na forma de batata doce.
Já se sabe como é, nas maratonas independentemente do ritmo quem arranca à frente tem mais hipótese de apanhar a pista livre e sem engarrafamentos, por isso há sempre alguém a abrir caminho entre o pessoal cada uns tem os seus objectivos e não vale muito a pena reclamar.
Partida, no arranque ainda levei algum tempo a aquecer, não quis arriscar andar mais pois as pernas estavam presas, depois de 40 minutos, lá fui andando. Desta vez o meu objectivo era manter um ritmo dentro dos meus limites e mantê-lo vivo. Levava tudo o que precisava, por isso só bebi um coo de água no último abastecimento, bebi 1 litro de água do saco,750 ml de bebida isotónica na garrafa,5 gels, 4 barras de cereais, parece muito mas no final tinha gasto 3700 kcal o que bebi e comi não foi mais do que 1500 kcal, insuficiente, quando passava mais o tempo sem comer, começava a sentir as pernas a queimar, la tomava mais um gel e pouco tempo depois já me sentia melhor.
O percurso foi fantástico, um bocado de estrada no inicio para a caravana alongar e depois serra connosco. Estradões rápidos, e single tracks fantásticos. O abastecimentos apareceram nas melhores alturas, gostei também das marcações simples e eficazes. A marcação dos quilómetros feitos também ajudava a verificar se tínhamos o conta quilómetros a trabalhar bem! As descidas dos últimos quilómetros foram fantásticas, bem dita suspensão e rodas 29.
A Hi-fi Pro 29, foi uma boa companheira, transmitindo-me confiança tanto a subir como a descer. Nas subidas com muita pedra mantinha a suspensão e amortecedor abertos, facilitando a tracção, mantendo as rodas em contacto com terreno, só bloqueava tudo quando queria subir em pé ou no troços de alcatrão. Não tive nenhum problema com os pneus tubeless, que estavam com uma pressão de 34/35 à frente e 38/39 a trás, na próxima volta vou baixar mais um pouco e ver como fica. Senti também que poderia ter o tubo de de selim um pouco mais alto, portanto o tubo Bontrager vai voltar e o selim vou recua-lo mais um pouco, nada como ir experimentando até acertar. A roda 29 e a suspensão total ajudaram-me a passar as pedras com mais facilidade, e a descer com mais confiança. Aqueles ultimos trilhos cheios de curvas e contra-curvas foram fantásticos! Quem levou semi-rígidas deve ter sofrido muito! Já para não falar nos dois BTTistas que iam em duas Vodoos single-speeds rígidas!

A certa altura vi uma ambulância perto do trilho e mais à frente...
Lá no alto estava o parque éolico.
Cinco horas e cinco minutos depois estava a passar na meta. Pois é, um tempo fantástico, para mim claro, porque tempo espectacular mesmo foi o do vencedor, o Sérgio Valente com o tempo de 3:23!!! Quase 2 horas depois chego eu... Mas realmente fiquei satisfeito, no conta quilómetros o tempo de andamento foi de 5:04:11, o que significa que estive 49 segundos parado e só andei a pé no acesso à Pia do Urso.
Para além do pessoal habitual aqui da região, conheci o Nuno Machado que aproveitou esta maratona como um treino para a sua próxima prova além fronteiras na Transalp.
Finalmente conheci o Ricardo Melo, vencedor a solo das 24 Horas de Monsanto de 2008 e mais recentemente vencedor também após 400 kms nas 24 Horas de Coruche. O palmarés é maior mas destaco a participação em 2008 nas 24 Hours of Adrenaline em Canmore na British Colombia, fiquei a saber que nesse fim de semana choveu muito e as subidas estavam impossiveis de subir montado e a pista estava cheia de raizes, agora depois a conclusão foi que teria valido a pena continuar. Partilhamos uma vontade em comum ,participar nas 24 de Moab no Utah. Seria realmente engraçado cruzarmo-nos lá no outro lado do Atlântico, quem sabe um dia.
Depois da minha paragem antecipada nas 24 horas de Coruche, fiquei satisfeito com este dia que me deu força para acreditar que nas 24 Horas de Castelo Branco, irei conseguir rolar mais tempo em pista.
As classificações aqui e o rescaldo no ForumBtt aqui.
( Já é tarde e tenho que me deitar, amanhã revejo o texto, se estiver alguma coisa mal, paciência!!!)

3 comentários:

Lébre disse...

olá colega. já vi que a bik anda sozinha tenho que trocar a minha e para a proxima ganho uma maratona.

Lébre disse...

olá colega. já vi que a bik anda sozinha, vou trocar a minha e para a proxima ganho uma maratona hi hi hiiii

João disse...

Olá Lebre, aconselho-te vivamente uma bicicleta com roda 29, estou certo que irás conseguir uma maratona com uma! Os pedais só lá estão para enganar o pessoal das 26!!!